terça-feira, 21 de julho de 2015

PREOCUPAÇÃO DE MÃE



- Filho, vem cá. Me dê um beijo e um abraço antes de sair e que Deus o abençoe e proteja quando estiver fora, andando nas ruas mal iluminadas do nosso bairro e da nossa cidade.
- Se você for de ônibus, que Deus ajude que ele não seja assaltado. Leva pelo menos um pouco de dinheiro e reze para que o bandido não o mate. Se ele atirar em você e acertar no passageiro ao lado, não esqueça de agradecer a Deus por ter sido o outro e não você.
- Vem cá, me dá outro abraço, que pode ser o último. Nunca se sabe. A violência anda solta em nosso país, qualquer um está sujeito a ser morto em qualquer dia a qualquer hora a qualquer momento. Não estamos seguros em lugar nenhum.
- Deus o abençoe meu filho, quem sabe se você não for morto na rua por um bandido, quando chegar em casa me encontre morta, baleada por um assaltante desses que andam como urubus em busca de carniça, aí na rua. Como não temos segurança, qualquer dia eles acabam entrando. Então me dá outro abraço.
- Você sabe, nosso país é como um barco à deriva num oceano revolto, onde o capitão e a tripulação (governo) já trataram de dar o fora levando o único bote salva vidas, e pior, não deixaram nenhum colete salva vidas. Estamos à mercê dos peixes vorazes (os bandidos). Eles nos governam e roubam nosso dinheiro. O que não levam com a corrupção, eles vêm buscar em nossas casas, em nossos estabelecimentos, nas ruas, nos transportes coletivos, nas esquinas e becos, sempre com armas nas mãos.
- Dê sempre graças à Deus meu filho, por ainda estarmos vivos, enquanto outros não tiveram a mesma sorte.
- Olha dá graças à Deus também porque os traficantes do bairro ao lado ainda não vieram para o nosso bairro nos expulsar de nossas casas.
- Olha, vou parar de falar senão você vai chegar atrasado ao trabalho. Tinha tanta coisa para lhe dizer...Deus o abençoe. E a nós todos.

Autor: Edison Rodrigues Paulino

Nenhum comentário:

Postar um comentário