quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

CENAS DA VIDA


Olhando as cenas da vida
 
passando em minha memória,
visualizo as boas e,
as não tão boas.
 
 
Dou um clique nestas
e não deleto, podem ficar,
guardo em uma pasta
sem nome, assim como estão.
Delas não quero mais lembrar.
Abro outra pasta então.
 
Cenas maravilhosas, entes queridos,
momentos prazerosos.
Um título. Letras maiúsculas.
Quero sempre acessar,
ficar olhando,
alguém convidar,
para os amigos mandar,
uma pelo menos colocar
na tela do computador.
Ficar parado, olhando
Virar  admirador.
 
Os anos se passaram,
as imagens estão lá.
Como era diferente,
como eram lindos,
como cresceram.
Puxa, como era linda,
e eu...
 
Olho o quadro na parede,
as fotos no bufê!
Momentos inesquecíveis.
Cenas belíssimas.
Minha família,
nada mais belo.
 
Cenas panorâmicas
de uma vida,
de uma dádiva de Deus.
frutos que a Ele pertencem.
Felicidade que só DEle pode vir.
 
 
Dou um clique
e fecho o arquivo,
mas a imagem da tela
continua lá,
eu e meus amores,
eu e meus tesouros,
minhas vidas, minha família.
 
AUTOR: Edison Rodrigues Paulino
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário