sábado, 23 de outubro de 2010

UM MUNDO SEM HOMENS.

Imagine um mundo só de mulheres.
Elas não teriam a quem disputar;
não teriam genros para atormentar;
não teriam por quem resmungar;
não teriam filhos para amamentar;
nem um braço forte para abraçá-las;
não teriam de quem fofocar;
não teriam razão para serem rivais.
Ah, que paz seria o mundo,
sem a mulher
a berrar no ouvido do homem;
a instigá-lo; a atormentá-lo;
as cabeças não mais rolariam;
e as mulheres passeando, 
de mãos dadas pelo parque,
olhando a lua, que romântico.
Ah, um mundo sem homens, 
quanta maçã para dividir.
Eva sozinha no paraíso,
barriga grande de tanto
comer do fruto proibido,
debaixo da macieira
sem ninguém para dividir.
A serpente entediada sem ninguém para infernizar,
emburrada:
―Por que Deus não fez primeiro o homem?
―Essa aí só pensa em comer.
―Desse jeito ninguém vai ser expulso daqui.
―O mundo vai ser um tédio só.
―Essa gordona comilona e eu aqui,
sem ninguém para infernizar.
Ah, que tédio esse mundo sem homens.
Você  mulher,
pense bem ao resmungar,
imaginar ,
um mundo sem homens.
Ah! Que tédio.

(obs: isto tudo é uma brincadeira, o mundo só tem graça
por causa da beleza, em todos os sentidos,  da Mulher.)
AUTOR: EDISON RODRIGUES PAULINO

Nenhum comentário:

Postar um comentário